Rua 248, 322 - Sala 6 -  PISO G4

Meia Praia 

 Itapema - Santa Catarina

Tel: (47) 3393-6848

3514-7675 

WhatsApp: (47) 99970-5225 

January 5, 2018

November 24, 2017

Please reload

Posts Recentes

Quantos exames de ultrassom posso ou devo fazer em minha gestação?

May 4, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Gestante pode viajar? Um guia de viagem para a gestação.

January 8, 2018

Começo de ano, verão, férias escolares...muita gente aproveita esta época do ano para passear, viajar, visitar a família em outras cidades e conhecer novos lugares.
Mas e a gestante? Pode viajar?

Claro que sim, mas com algumas ressalvas!

O importante é que a viagem siga o ritmo da gestante – e não represente nenhum risco para a saúde dela ou do bebê. Além de estar com o pré-natal em dia, é fundamental conversar sobre seus planos de viagem com o obstetra.

 

Para viagens de carro: De acordo com nosso código de trânsito, não há nenhum impedimento ou restrições para que a gestante viaje, porém devem ser observadas as regras básicas de segurança, principalmente do uso do cinto de segurança, posicionado abaixo da barriga. Recomenda-se que a mulher grávida leve sempre medicações para dores, náuseas e vertigens em suas viagens (a serem recomendadas e prescritas pelo seu médico). Caso seja ela a condutora, é recomendado que não dirija após as 36 semanas de gestação. É necessário que a gestante faça pausas durante a viagem, para caminhar, hidratar-se bem e alimentar-se. Não se recomenda que uma gestante permaneça sentada por períodos muito prolongados, pelo risco de trombose de membros inferiores, sendo importante movimentar as pernas durante a viagem e caminhar nas paradas.

 

Para viagens de avião: Não existe uma legislação federal sobre qual a idade gestacional limite para viagens. O melhor mesmo é consultar as regras da companhia aérea antes de adquirir o bilhete. A maioria das companhias brasileiras permite o embarque até 28 semanas, sendo que a maioria exige um atestado de saúde para o embarque da 28ª à 36ª semanas de gestação e pode ainda ser exigido que a mesma viaje acompanhada por um profissional de saúde. As companhias recomendam que a gestante viaje sempre próximo à asa, por ser a região com maior estabilidade durante o voo e prefira o assento do corredor, para poder levantar mais facilmente (para as famosas idas ao banheiro). Segue também a recomendação de não permanecer muito tempo sentada e caminhar durante o voo.

 

 

Para viagens de navio: Os navios costumam ser mais rigorosos, permitindo o embarque apenas até a 24ª semana de gestação. A maior preocupação com as gestantes em navios seria em relação a vertigens e enjoos. Ajuda passar a maior parte do tempo no deck superior do navio e não nos quartos e, em caso de náuseas, fixar um ponto no horizonte, respirar profundamente. Leve medicamentos para náusea e procure o profissional da enfermaria do navio, se necessário. Por fim, prefira as cabines com cama de casal, já que as camas de solteiro em navios costumam ser estreitas – portanto, desconfortáveis para as gestantes.

 

 

 

Além disso, evite viajar para lugares em que saiba que há algum tipo de epidemia de alguma doença ou suspeita de casos de doenças que poderiam representar risco para você ou para seu bebê (dengue, zika vírus, febre amarela etc). Olhe sempre se suas vacinas estão em dia antes do embarque e atualize aquelas que são permitidas durante a gestação.

Siga estas orientações, e boa viagem!!!
 

Fonte: Revista Viagem e Turismo

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga