Quantos exames de ultrassom posso ou devo fazer em minha gestação?

Em primeiro lugar, o exame de ultrassom é um exame que não envolve radiações ou alterações significativas de temperatura materna ou fetal. Este exame é feito através de emissão de ondas sonoras não detectáveis ao ouvido humano e totalmente inofensivo, sobretudo para o feto em desenvolvimento.

Assim, não há um número máximo de exames que possa ser realizado, pois não há nenhuma evidência de danos.

De um modo geral, indica-se um mínimo de três exames para avaliação da gestacão e desenvolvimento no bebê.

É de fundamental importância a realização de um exame precoce, antes das 24 semanas para a datação da gestação, ou seja, para calcular o número de semanas da gestação e a data provável do parto. Este exame também avaliará a viabilidade desta gestação, ou seja, se o bebê está se formando onde e como deveria. Por via transvaginal, nesta fase, é possível fazer a medida do colo uterino, uma medida muito importante para se avaliar o risco de um parto prematuro ou aborto por um colo com medidas abaixo do esperado. Quanto mais precoce o exame, mais fiel a datação e mais completa esta primeira avaliação. Dependendo da idade em que este exame é feito, pode-se ainda aferir a translucência nucal (11 a 14 semanas), ou pode ser solicitado pelo médico que outro exame seja repetido em idade oportuna para esta medida, que é utilizada para avaliar o risco de algumas síndromes.

Um exame no meio da gestação para acompanhar o crescimento e o desenvolvimento do bebê também é de grande importância. Neste exame, pode ser feita uma breve avaliação da vitalidade, e dos principais órgãos do bebê. Ou ainda, de 20 a 24 semanas, a mamãe pode realizar o ultrasssom osbtétrico morfológico, muito mais completo, e com possibilidade de detecção de até 75 a 80 % das grandes malformações fetais. Neste momento, com toda certeza, toda mãe também vai querer acabar com um grande suspense para ela e a família: saber o sexo do bebê - em outros posts trataremos melhor do assunto sexo fetal, ultrassom para translucência nucal e ultrassom morfológico.

E, por último, indica-se a realização de ao menos um ultrassom no último trimestre, no final da gestação. Este último ultrassom não serviria mais para cálculo de idade gestacional, mas sim para avaliação do peso fetal, placenta, líquido amniótico e posição do feto para a preparação da mãe para o parto, normal ou cesariana. Pode ser que, neste último exame, o papai e a mamãe já não consigam mais visualizar com tanta clareza a face do seu bebê e detalhes, como sexo, mãozinhas e pezinhos, e isto porque, nesta fase, o bebê já ocupa quase toda a cavidade uterina e tende a ficar em posições que "escondem"seu rosto e outros detalhes.

No mínimo, então se indicariam três exames para uma boa avaliação gestacional. Porém, cada gestação deve ser avaliada individualmente, com suas particularidades, e se algum destes exames demonstra alguma alteração, ou em caso de alguma patologia materna, mais exames devem ser realizados. Também em casos de ganho de peso fetal abaixo do esperado ou bebês que crescem além do esperado, ou com algum sinal de malformação do bebê, mais exames convencionais e exames mais aprofundados deverão ser conduzidos (dopplervelocimetria, biópsia de vilo corial, amniocentese, corodocentese, ecocardiograma fetal, dentre outros). O seu médico é quem deve avaliar a necessidade e indicar exames complementares e/ou com maior frequência. E também, se você, mamãe ou papai acham interessante uma maior frequência nos ultrassons, seja para se tranquilizarem com o crescimento e bem estar do bebê, ou seja pela curiosidade ou vontade de apenas ver o seu filho novamente; saibam que vocês podem ficar bem tranquilos em relação à segurança deste exame.

Neste primeiro post, gostaríamos apenas de iniciar tirando uma dúvida básica e clássica de toda gestante, principalmente as mamães de primeira viagem. Nos próximos posts trataremos de assuntos mais detalhados, tanto de ultrassom, como obstetrícia em geral e ginecologia.

Nos encontramos no próximo post!

#prenatal #prénatal #prénatalemitapema #itapema #saintgermainitapema #gestante #obstetra #ultrassomemitapema #ultrassonografiaemitapema #quantosultrassons #translucêncianucal #translucênciaemitapema #clínicamédicaemitapema #ultrassom3demitapema #doppleremitapema #morfologica #morfologicoemitapema #clinicasaintgermain #gestanteitapema #saintgermainitapema #quantosultrassonsdevofazer #gestanteultrassom #trnaslucenciaemitapema

Posts Em Destaque
Posts Recentes